CNH Industrial ganha prêmio Valor Inovação Brasil pelo segundo ano consecutivo

Empresa ficou em 1º lugar no setor Automotivo e Veículos de Grande Porte e apareceu pela primeira vez entre as 10 mais inovadoras do país

Por Divino 04/07/2019 - 14:07 hs

A inovação, que há alguns anos era um atributo para startups e empresas do setor de tecnologia, se tornou palavra de ordem no mercado atual. Inovar não é tão complexo como se imagina e, hoje, é praticamente uma obrigação pensar de forma inovadora nos mais simples processos de qualquer empresa, independente da área de atuação.  É assim que tem sido na CNH Industrial, dona das marcas Case, New Holland, IVECO, FPT Industrial e do banco CNH Industrial Capital, uma das líderes globais no setor de bens de capital, com atuação nos setores agrícola, construção, transportes, energia e financeiro.

Os investimentos constantes em pesquisa e desenvolvimento, principalmente nos últimos cinco anos, posicionaram a empresa entre a 10 mais inovadoras no Brasil, no Prêmio Valor Inovação Brasil 2019. Sendo que as demais posicionadas no topo do ranking são empresas de capital intensivo em tecnologia. A CNH Industrial é ainda a mais inovadora pelo segundo ano seguido no setor Automotivo e Veículos de Grande Porte, de acordo com a pesquisa desenvolvida pelo jornal Valor Econômico, em parceria com a Strategy&, consultoria estratégica do Network PwC.

A cerimônia de premiação aconteceu ontem (2/7), em São Paulo (SP). A empresa recebeu dois troféus na ocasião. Um de primeiro lugar na sua categoria e outro por ter ficado na nona colocação no ranking geral, por ser uma das 10 que mais investe em pesquisa e desenvolvimento no Brasil.

Referência em inovação, a empresa investiu mais de US$ 100 milhões em Pesquisa e Desenvolvimento na América do Sul — desse montante o Brasil representa a maior parte — e US$ 1,1 bilhões no mundo, em 2018. No total, a CNH Industrial tem sete Centros de P&D na região: Betim, Contagem, Curitiba, Sete Lagoas, Sorocaba e Piracicaba, no país; e um em Córdoba, na Argentina. No mundo, são 54 centros de P&D. Na Engenharia, a empresa tem mais de 600 profissionais dedicados ao desenvolvimento de novos produtos na América do Sul e mais de 6 mil em todo o mundo. Em serviços financeiros, o grupo possui o maior banco de montadoras do país.

O presidente da CNH Industrial para América do Sul, Vilmar Fistarol, destaca a importância da visão de inovação da companhia de ponta a ponta e, principalmente, no lançamento de produtos das marcas da CNH Industrial, bem como na criação de soluções para seus clientes, na parceria com fornecedores inovadores e na melhoria de processos internos, seja de manufatura, pós-vendas e em serviços financeiros.

“Estamos muito orgulhosos desse reconhecimento e do nosso crescimento no ranking. A inovação na CNH Industrial está diretamente relacionada a qualidade do sistema industrial da companhia, um sistema de otimização da manufatura extremamente avançado — o World Class Manufacturing (WCM), com operadores de linha contribuindo com cerca de 12 mil ideias novas e inovadoras por ano”, lembra Fistarol.

Vilmar Fistarol ressaltou ainda que a inovação está no DNA da empresa, e faz parte do mindset e da cultura da organização no dia a dia das fábricas, dos escritórios e de todas as suas áreas administrativas. Isso acontece antes mesmo dos produtos chegarem ao campo, na construção e nos setores de transportes, energia, e de serviços financeiros, segmentos em que a companhia atua. “Entendemos a inovação como um valor intrínseco dos negócios, que permeia toda a nossa cadeia de geração de valor”, completa o presidente.

Destaque para as patentes

Somente no ano de 2018, a CNH Industrial depositou 63 novos pedidos de patentes no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), o equivalente a um aumento de mais de 30% em relação ao ano anterior, quando foram depositadas 46 novas solicitações.

Esse resultado demonstra um crescimento consistente e sustentável, baseado em todas ações de incremento da cultura de inovação, implementação de ferramentas e inventividade dos engenheiros brasileiros da CNH Industrial. Além disso, em 2018, foram publicadas 33 patentes desenvolvidas por inventores brasileiros, o que representa alta de 57% em comparação com 2017 (21%).

De acordo com relatório do INPI, a companhia foi a única empresa privada do Brasil entre as sete principais depositantes (por inventores brasileiros) de novas patentes em 2017. Somente em 2018, a CNH Industrial propôs 150 inovações, geradas por inventores brasileiros aplicadas em produtos desenvolvidos aqui e em outros países da América Latina, Estados Unidos e Europa. Ao todo, a companhia detém mais de 1.140 patentes ativas no Brasil e mais de 10 mil em todo o mundo.

Prêmio Valor Inovação Brasil

A iniciativa tem como objetivo avaliar, de maneira consistente e sistemática, as práticas de inovação das companhias que atuam no Brasil em diferentes atividades econômicas. A elaboração do ranking tem como base quatro pilares da cadeia de inovação: intenção de inovar, esforço para realizar a inovação, resultados obtidos e avaliação do mercado. Além das 10 empresas mais inovadoras, são também classificadas as líderes em cada um dos 21 setores analisados.

O objetivo é analisar como cada um desses pilares é construído nas empresas instaladas no Brasil e como isso se reflete nas práticas de inovação de cada participante. Com base em um modelo especialmente desenvolvido para o contexto do país e em indicadores qualitativos e quantitativos, a pesquisa aponta as empresas que adotam as melhores práticas e políticas de inovação, seus investimentos no mercado local e os resultados conquistados.